Março trouxe boas novas para alguns filiados! Isto é ótimo, que prossigamos nesta wibe

Tipografia

 - Iniciamos o mês com a sentença procedente proferida pelo juízo de Toledo (PR) no processo referente à licença-prêmio do servidor aposentado Valdinei Ernandi Frez. Por certo tal decisão provavelmente será objeto de recurso pela União, mas tomaremos as medidas cabíveis uma vez que nosso pedido obteve acolhimento.

- também obtivemos julgamento favorável do recurso inominado do Senhor Roberto Bonadio, referente a GDATA, na qual modificamos o entendimento do juiz e garantimos a justiça gratuita, aguardamos  a devida intimação e baixa do recurso, para apresentarmos o cumprimento de sentença.

-  Para melhorar mais, no  julgado de mandado de segurança e de análise,  o Presidente da Turma Recursal do Paraná concedeu a segurança para a filiada Maria de Lourdes Jacuiniak Stankoski, referente a demanda GDATA.

- dando sequência foi proferida a decisão que afastou a alegação da União, em que a mesma requeria o indeferimento da justiça gratuita do servidor Getulino França, de Itajaí na demanda da GDATA

- e outra vez o Presidente da Turma Recursal do Paraná inadmitiu o pedido de uniformização jurisprudencial para a Turma Nacional apresentado pela União Federal nos processos dos servidores Danilo Rouget de Moura Perez (Curitiba); Enio Manoel Lourenço (Ponta Grossa) e Sandra Regina Pereira Dombeck (Curitiba) da GDATA. Referida decisão reafirma a jurisprudência formada e rechaça eventuais movimentações protelatórias por parte da União.

- para que pouco, em 28 de março  impetramos  mandado de segurança contra decisão da juíza da 01º Vara Federal de Cascavel, que julgou deserto o recurso interposto do filiado Senhor João Baptista de Almeida. Em 29 de março o Presidente da Turma Recursal do Paraná, ao analisar o mandado de segurança, concedeu a liminar, sustando os efeitos do indeferimento do pedido de justiça gratuita e declaração de deserção recursal, devendo ser regularmente processado e remetido o Recurso inominado para a Turma Recursal.

- chegamos em 31 de março e obtivemos a  liberação dos valores das seguintes ações:

a) Licença-prêmio para a Walda Maria de Araújo Soares de Curitiba;

b) GDATA para o   Roberto Tavares de Curitiba;

c) GDAFAZ para a Maria Sagawa Esteves de Maringá.

- e fechamos com a sentença procedente nos embargos à execução para nós, referente ao índice de  13,23% do filiado Jeter Borges de Oliveira de Foz do Iguaçu,  onde foram acolhidos todos os nossos  pedidos.